Como-duplicar-o-seu-faturamento-com-soluções-acústicas

Você sabia que existem soluções acústicas para construção a seco? Com a ajuda de um especialista da Owa Sonex, em uma entrevista especial, você vai descobrir as melhores opções desse subsistema tão importante para quem trabalha com steel frame no Brasil e drywall.

Confira a entrevista completa:

Helena: Há quanto tempo você trabalha com soluções acústicas?

Ricardo Basani (OWA): Trabalho na Owa há 6 anos, mas na área de construção a seco já tem aproximadamente 15 anos.

Helena: Quais são as soluções acústicas da Owa para construção a seco?

Ricardo Basani (OWA): Antes, acho importante separar alguns pontos. Primeiro, a Owa tem soluções acústicas que possuem diferentes vertentes, como por exemplo, as que mais confundem as pessoas na hora de vender e comunicar ao cliente é a relação do isolamento com a absorção. O isolamento é quando você precisa de uma solução que não deixe o ruído de um ambiente passe para o outro ao lado, ou vice-versa, quando você não quer que o ruído externo não passe para as áreas internas. Os produtos da Owa Sonex, em especial, trabalham mais a absorção, ou seja, o tratamento interno do ambiente para dentro do ambiente, como por exemplo, uma conversa que não fique com o famoso eco.

Helena: Então trata dos ruídos que causam dor de cabeça, que incomodam e que te faz escutar mal a pessoa com quem está conversando.

Ricardo Basani (OWA): Existe um exemplo muito clássico e que todos já viveram que são os restaurantes. O barulho muda até o gosto da comida.

Helena: Ele começa até a vender mais depois de colocar uma solução acústica, né?

Ricardo Basani (OWA): Exatamente! Inclusive eu tenho um case muito interessante em São Paulo de um dono do restaurante, em que fizemos todas as especificações e toda a instalação. Ele estava precisando de uma solução rápida, porque o restaurante ficava localizado em uma avenida super movimentada e com um ponto de ônibus em frente a entrada do estabelecimento. Todas as pessoas reclamavam do ruído externo, e dentro do restaurante tudo era liso, era piso de porcelanato, paredes pintadas em uma cor bacana, teto liso e nada que pudesse absorver o barulho do movimento do fluxo de pessoas, tornando a comunicação lá dentro muito difícil. Ele acabou perdendo alguns clientes e o próprio dono não aguentava o barulho. Depois que encontramos as soluções acústicas ideais, que além de serem ótimas para os ruídos indesejados, trouxe um design mais sofisticado ao ambiente.

Helena: Hoje existem muitas opções, vários produtos que são superiores e possuem um design bem criativo. Tem materiais que nem dá para acreditar que são de tratamentos acústicos, existem soluções em madeira, espuma, fibra mineral, com curvas, em diferentes formatos geométricos e volumetria.

Ricardo Basani (OWA): Exatamente. E no restaurante ele fez as paredes com Nex Acustic, que é um material de madeira, o teto foi feito com as placas Sonex… E qual foi a experiência dele? Por que ele quis que o fabricante fosse até lá para acompanhar e conversar sobre isso? O que aconteceu é que até o público do restaurante mudou, o resultado migrou para um público de ticket médio de R$25,00 e, com o mesmo cardápio, o ticket médio passou para R$50,00. Ele duplicou o lucro dele porque as pessoas preferiam pagar mais e comer em um local confortável e com qualidade.

Helena: Quando você está tentando vender essa solução acústica, mostrando para a pessoa o quanto é bom, que vai dar retorno, que vá mudar a qualidade de vida lá dentro e que o perfil de usuários vai mudar e gastar mais, quais argumentos que você usa?

Ricardo Basani (OWA): Eu uso muito esse case do restaurante porque se parar para pensar, todos já passaram por uma situação como essa. Eu mesmo faço um comparativo com a minha vida, quando eu ia em uma praça de alimentação de um shopping almoçar ou jantar, ficava muito incomodado e achava que aquele meu incômodo era relacionado às pessoas, porque era muita gente no mesmo ambiente, conversando, rindo e isso me tirava a atenção e não conseguia saborear de verdade a comida que eu estava comendo. Depois que eu entrei nesse ramo da acústica e fui atrás de informações, eu entendi que o problema daquele local é justamente a falta de tratamento acústico. Os índices de reverberação são altíssimos. Eu uso esse exemplo de forma muito clara e muito palpável para os clientes. E existem opções de todos os tipos: existem soluções para escritórios e outros.

Helena: No escritório principalmente, a produtividade da pessoa aumenta muito porque a pessoa trabalha com mais qualidade.

Ricardo Basani (OWA): Nós temos dados levantados por algumas entidades que comprovam que a pessoa tende a render 20% mais em um ambiente bem tratado acusticamente. Usando um exemplo do dia a dia, quando você está trabalhando em um local com muita movimentação, muito barulho, muito ruído e você tem uma determinada função para executar ou precisa resolver algum problema e não tem ninguém para atrapalhar, quando todos já foram embora você consegue resolver tudo!

Helena: É verdade! Chocante!

Ricardo Basani (OWA): Automaticamente quando existe muito barulho a sua atenção é atraída para o que está acontecendo ao seu redor, sem perceber o seu cérebro está captando mensagens indiretamente, causando a desconcentração naquele momento. Para esse tipo de ambiente o produto que mai recomendamos é o forro mineral da Owa.

Helena: Todos conhecem o forro mineral, né? É aquele forro que todo escritório tem, quadradinho, branco e que parece tijolinho por causa da textura.

Ricardo Basani (OWA): O forro mineral tem qualidade, mas é preciso ter três coisas nesse tipo de forro: 1. ele tem que ser removível, porque em um ambiente de trabalho você tem vários tipos de instalações passando por cima do forro e essas instalações precisam de manutenções em determinados períodos ou por problemas, então o material precisa ser removível para liberar espaço e permitir que a pessoa faça a manutenção. 2. por ele ser removível ele precisa ter resistência, então a Owa oferece no mercado um produto diferenciado que é muito mais compactado e muito mais pesado, então no momento que você compacta o material e o peso é ideal para esse tipo o que acontece é que você ganha resistência e tem menos perda na obra. 3. sendo removível e sendo resistente ele precisa ser acústico, que é o principal.

Helena: Em que outros ambientes pode usar essas soluções?

Ricardo Basani (OWA): Pode usar o forro de fibra mineral em hospitais, escolas e muito mais. Hoje existem normas escolares em que o NCS precisa ser entre 60 e 70 e o forro mineral atende essas exigências. O Sonex foi criado há 30 anos atrás e que possui versatilidade e agilidade na instalação, por exemplo, um restaurante não pode parar senão perde lucro, então a solução é algo rápido de instalar e evitar obras demoradas.

Helena: O Sonex é uma placa de espuma quadrada de 62,5 x 62,5 cm que a gente passa cola diretamente no teto liso e pronto. Não tem mistério, é muito simples.

Ricardo Basani (OWA): Além desses existe o Nex Acustic.

Helena: Esse eu conheço bem, porque quando fiz a obra de reforma do maracanã os clientes queriam usar esse material em todas as áreas VIPs e sala lounge.

Ricardo Basani (OWA): O Nex Acustic vem em réguas ou placas, tem dois tipos de aplicação e é feito em mdf. Existem duas classificações para esse mdf: o ignífugo, que pode ser instalado em qualquer área (auditórios, teatros, estádios de futebol), é incombustível. Então apesar de ser feito de madeira ele não queima, ele atende as exigências e as normas para locais de reunião de públicos e que precisa ter uma evacuação rápida em casos de incêndios. As réguas podem ser usadas tanto em paredes quando em forros, então você pode aproveitar os perfis T do forro mineral para instalar as placas Nex Acustic também.

Se quiser saber mais sobre as soluções acústicas da Owa, basta acessar o site www.owa.com.br.

Lá tem todas as informações que você precisa de uma forma mais didática, fotos, passo a passo de instalação e materiais técnicos de divulgação para passar para os seus clientes.

Me siga nas redes sociais: