Por Dama do Gesso | Arquiteta com mais de 13 anos de experiência em construção a seco

Como funciona o Sistema de Lajes no Steel Frame?

No steel frame existem diferentes soluções de sistemas de laje, como: laje treliçada, laje com perfil simples, laje com perfil composto e laje com sistema box. 

O que é que determina o tipo de laje a ser usada?

É sempre o tamanho do vão e o carregamento que ficará em cima dele.

Quando falamos de carregamento estamos lidando com a questão da sobrecarga, a utilização.

Como funciona a sobrecarga:

A carga pode ser analisada olhando a NBR 6120 que, dependendo do tipo de ocupação, existem diferentes sobrecargas. 

Por exemplo, uma sobrecarga residencial é de aproximadamente 150 Kg por metro quadrado, a sobrecarga de um escritório, um prédio de escritórios ou uma área de escritórios a sobrecarga é de 200 Kg por metro quadrado, já a sobrecarga de uma arquibancada de cinema chega a ser o dobro da residencial, chegando a 300 kg por metro quadrado.

Cada tipo de espaço demanda uma sobrecarga no piso, e isso é muito importante você saber. Por isso o valor do sistema de laje vai variar, de acordo com o tamanho do vão e o peso, e a sobrecarga que estará sendo colocada em cima.

Você, como especialista do Steel Frame, tem que saber explicar para as pessoas tim-tim por tim-tim porque existem variações de preço e soluções.

Existem variações nos montantes de laje

Sempre trabalharemos com montantes, por isso, ele pode ter variações. O steel frame é um sistema super, hiper, mega flexível.

Montante Simples

Em uma laje você pode trabalhar com um montante simples em pé, assim como na imagem:

Essa é uma solução básica e que normalmente é usada para baixas sobrecargas e para vãos pequenos.

Montante Box

Outra solução é o montante com box, que é feito com um montante e outro montante fechando, como se fosse uma caixinha. Esse montante que fecha o box pode ser uma guia, como se fosse um “U” ou um montante comum que encaixa dentro de outro.

Montante H

Também existe laje que trabalha com dois perfis, mas que não é o box. É a opção H que são dois montantes, um de costas para o outro.

Essa solução ajuda muito, principalmente, por causa da inércia.

Ou seja, o box aguenta mais carga, porém não pode ser usado em grandes vãos. Já a solução de montante em “H” resiste a vãos maiores, porque é uma seção mais larga.

Laje Treliçada

Saindo da área dos perfis simples, existem as lajes treliçadas, que nada mais é do que dois elementos na horizontal, um em cima e um embaixo, e no meio entre elas existem diagonais. Essas diagonais podem fazer um zig zag ou então podem ser retas e com variações em diagonal. 

Nesse tipo de sistema a laje é apoiada na parte de cima da treliça, enquanto a parte de baixo pega uma carga de flexão, evitando que haja uma deformação na laje.

E da mesma forma que nas lajes com montante simples, duplo, de costas, em box e em H, as treliças também podem usar essas variações.

A treliça do desenho acima é uma treliça simples, mas podemos trabalhar com uma treliça enrijecida, reforçada. Nesse caso, você pode aparafusar o montante em baixo, para ajudar na resistência da flexão ou um embaixo e um em cima, onde o de  cima vai ajudar a resistir à compressão.

Você também pode colocar dos dois lados dessa mesma forma.

Também é possível fechar esses montantes e fazer um reforço box, que vai aguentar ainda mais a sobrecarga e a laje não vai deformar.

Por exemplo, na torre de TV das Olimpíadas do Rio de Janeiro eu fiz uma laje com 10m de vão livre com uma treliça reforçada e com sobrecarga de 350 kg.

Como definir o tamanho do vão?

Eu falei que eu fiz essa laje de 10 m de vão livre da torre de TV com uma treliça reforçada. Mas quando são usadas as seções simples?

As seções simples, de perfil simples, perfil duplo ou perfil H, são usadas para vãos de até 5 metros, mais ou menos, e com uma sobrecarga de, no máximo, 200 kg/m².

Dificilmente você vai conseguir usar uma sobrecarga maior para um vão maior de 5 m utilizando seção simples. Vãos maiores que 5 m, o recomendável é usar o sistema de laje treliçada.

Muitas pessoas acham que essas treliças são altas, porém as treliças de Steel Frame, normalmente, variam entre 30 e 40 cm de altura. Dificilmente vai ter uma treliça maior que isso.

Em vigas de concreto usa-se o L/10, onde você pega o vão e divide sobre 10. Vão de 10 metros, você tem uma viga de 1 m de altura.

Nessas horas o Steel Frame é muito eficiente.

Se você quer entender um pouco mais sobre a eficiência, assista esse vídeo:

Me siga nas redes sociais:

Conheça nossa página no Facebook
Siga nosso instagram sobre steel frame
Veja mais conteúdos sobre steel frame