Por Dama do Gesso | Arquiteta com mais de 13 anos de experiência em construção a seco

As paredes do sistema de steel frame são parecidas com a parede do sistema drywall. Isso muitas vezes pode ser bom e muitas vezes pode ser ruim.

A construção a seco está crescendo no Brasil

Por que é bom? O drywall já é amplamente difundido no Brasil. Tem drywall no Brasil inteiro e muitas pessoas já trabalham com ele hoje em dia.

O consumo de drywall no Brasil está crescendo exponencialmente ano após ano, mesmo com crise. Então se você acha que a crise afetou o Brasil e que o mercado não está bom, esse cenário é o contrário para quem trabalha com gesso e drywall: só melhorou.

Antes, quem construía do zero começou a não construir e começou a reformar. E quem reforma, muitas vezes prefere usar drywall e steel frame.

O mercado demorou 30 anos para amadurecer e quem achava que drywall era ruim de trabalhar há anos atrás, hoje considera uma solução de alto padrão, acessível e mais rápida.

E a mesma coisa está acontecendo com o steel frame.

A evolução, a linha crescente do Steel Frame está muito grande. As pessoas entendem o que é o sistema, as vantagens e ajuda você na hora de comercializar o sistema. Isso é muito importante.

Por que as paredes são parecidas? 

Nos dois tipos de sistema é usado uma sessão de montante como elemento vertical. Sendo engenheirado ou não, usamos o montante também na guia. Se não for engenheirado, usa-se só o perfil U..

E por ser tão semelhante, as pessoas confundem, porque as peças são iguais. Contudo, o que muitas não sabem é que o aço é diferente. A resistência, a galvanização e alguns elementos também são muito diferentes.

Qual a diferença do steel frame para o drywall?

O drywall é um sistema de vedação. Ele não foi feito para suportar cargas de compressão, como se fosse de uma laje, de um telhado, igual o steel frame aguenta. 

Além disso, ele não suporta as cargas de vento, que muitas vezes são mais fortes do que a carga de compressão de uma laje ou telhado. A carga de vento, que empurra a parede, se torna muito mais forte do que você pode imaginar.

O drywall não resiste a esses carregamentos, porém o steel frame foi feito para resistir a esses carregamentos, diferentemente de outros sistemas. 

A maioria dos sistemas trabalha com pilar e viga. O steel frame não. As paredes são trabalhadas como peças estruturais. Cada perfil é como se fosse um mini pilar na estrutura. A sua carga é toda distribuída em vários montantes, que vão estar espaçados a cada 60 e a cada 40.

A partir do momento que você tem cada perfil pegando uma carga, se tem uma carga linear distribuída.

Lembra do artigo que descrevia as etapas construtivas e que a maioria das fundações usadas no steel frame é do tipo radier? É exatamente por causa disso. A partir do momento existe uma carga linear distribuída, a fundação se torna mais leve e mais simples.


  • Reveja o artigo clicando aqui.

Não é necessário mais o uso de estacas e sapatas enormes para poder receber a carga. Uma simples laje de 10 a 20 centímetros sobre o solo é suficiente para resistir à edificação.

Como fazer reformas e aumentar ou diminuir o ambiente?

A partir do momento que as pessoas entendem o conceito da carga linear distribuída e que cada montante é um pilar, elas falam: “Helena, que droga, eu não posso então derrubar uma parede? Eu não posso fazer um vão de porta, um vão de janela? Meu Deus, então eu não posso mudar a minha obra, não posso fazer uma reforma”.

Fique calmo, porque você pode sim fazer reforma, mexer na parede, fazer um vão de porta e de janela ou mexer neles. 

Qual é a única diferença? Você terá que trabalhar com escoramentos. Em várias obras você tem que trabalhar com escoramento também, quando você vai fazer algum tipo de reforma.  

Igual na construção tradicional, você vai trabalhar com vergas acima dos vãos de porta e janela.

No steel frame você pode trabalhar essas vergas treliçadas ou com perfil.

Já no drywall basta abrir o vão e acabou, já que ele é uma parede de vedação não estrutural.

Sabendo essa diferença, você será diferencial no mercado.

Travamento horizontal

Outro elemento também muito importante das paredes é o travamento horizontal. No drywall a gente não tem o travamento horizontal. São apenas os perfis, um do lado do outro, e acabou.

Já no Steel Frame, a gente trabalha com algumas peças em “meia altura” dos montantes. Esse travamento horizontal pode dobrar a resistência do perfil. Quanto mais travamento for colocado, mais resistente se torna o perfil e mais carga sua parede aguenta.

É por esse motivo que é possível construir prédios muito altos com o sistema. Eu mesma já fiz um prédio de 21 m de altura, equivalente a 7 pavimentos. Mas para você conseguir fazer essa solução, você tem que ter alguns detalhes como esses travamentos horizontais. 

Contraventamento

Além disso, existe outro detalhe importante que é preciso tomar muito cuidado. Para a estrutura de Steel Frame, que é uma estrutura leve, a gente tem alguns sistemas de contraventamento que são trabalhados no telhado e nas paredes.

O contraventamento ajuda a estabilizar o prédio e não deixar a estrutura mover.

Os mais comuns são o contraventamento em K, que é como se fosse um K embutido dentro da parede, e o contraventamento em X.

Como saber qual o dimensionamento dos reforços?

Tudo isso terá que vir especificado no projeto. Quanto mais otimizado o seu projeto, mais econômico ele se torna. 

Uma obra sem projeto pode gastar muito mais aço do que deveria, principalmente nas paredes.

Me siga nas redes sociais:

Conheça nossa página no Facebook
Siga nosso instagram sobre steel frame
Veja mais conteúdos sobre steel frame