É possível fazer uma Laje de Steel Frame?

Antes de tudo é importante entender o que realmente é uma laje. Laje é o piso onde as pessoas podem andar, simples assim. Contudo, ao contrário das construções convencionais, a laje do steel frame é feita de modo bem diferente.

Qual a diferença da laje de alvenaria para a de steel frame?

A laje do steel frame tem diferentes tipos de seção de perfil e três tipos de fechamento: a laje seca, a laje mista e a laje úmida.

A laje mista é a mistura da laje seca com a úmida, a laje seca é trabalhada com a placa OSB (que é uma placa de madeira trançada) e a placa wall, que pode ter diversos nomes como painel wall, painel mezanino ou painel LP (que é uma placa com miolo de madeira e placas cimentícia embaixo e em cima).

A laje úmida, basicamente é a estrutura de piso do steel frame trabalhada com uma camada de concreto de 5 cm, que é mais do que suficiente para ter resistência, estabilidade e eficiência no piso. Você não precisa trabalhar com uma laje mais espessa do que essa.

Laje úmida no steel frame

Você usará uma forma, pode ser perfil de drywall, perfil de steel frame, perfil velho ou perfil novo e trabalhar eles no sentido contrário e parafusados. Dessa forma o concreto fica preso nas laterais e não dá problema de descolamento (quando o concreto descola da forma).

Laje mista no steel frame

A laje mista é uma solução trabalhada com a placa OSB e um contrapiso de 3 a 4 cm de cimento e areia, onde aplica-se a lona terreiro entre cada etapa.

Sem a lona terreiro a OSB estufa. Ela é feita com um material que, depois de um tempo com a umidade, estraga, tira a proteção do cupim, a proteção do fogo, tira a resistência a água, perde todas as proteções.

Em cima desse contrapiso você poderá colocar pisos cerâmicos.

Pode colocar acabamentos de piso nas lajes?

Em cima da laje seca pode ser colocado pisos secos, ou seja, madeiras flutuantes, carpetes ou piso vinílico.

No caso de acabamentos com pisos cerâmicos, a laje terá que ser mista ou úmida.

São três tipos de laje, mas você tem que entender que esses três tipos de laje são indicados para cada tipo de solução.

Dica de ouro: se você calculou uma laje para ser utilizado um sistema misto, não pode pegar esse sistema misto e passar para o sistema úmido. Concreto é muito mais pesado do que laje seca. Muitas pessoas preferem a laje seca porque ela é muito mais leve e te traz uma economia significativa de aço na sua obra. Então, se você está com um tipo de laje e quiser mudar para outro, reveja a sua estrutura.

Gostou do conteúdo? Achou legal as dicas que eu te dei?

Então, hoje eu te faço um CONVITE ÚNICO E EXCLUSIVO para que você possa se aprimorar nesse sistema que vai te dar maior destaque no mercado da construção à seco.

A nossa IMERSÃO EM STEEL FRAME acontece em Saquarema – RJ na fábrica de uma empresa parceira nossa durante 3 dias, com refeição e hospedagem na fábrica, tudo isso INCLUSO no pacote.

Lá você vai aprender sobre:

  • Introdução ao sistema: princípios básicos do sistema
  • Processo de Fabricação: entenderá sobre o controle de qualidade e processo de fabricação dos perfis.
  • Pré-montagem: vai ver na prática como organizar e montar as estruturas com agilidade
  • Verticalização: vai aprender como ler os projetos e fazer escoramentos e muito mais…

Não perca essa oportunidade, clique aqui para garantir sua vaga

Deixe seu comentário

Sobre a Dama

Com mais de 12 anos de experiência em construção a seco, Helena Rodrigues – mais conhecida como Dama do Gesso – é uma das pioneiras em obras de grande porte feitas com o sistema Steel Frame e Drywall.

Posts Recentes

Siga-nos

Vídeo em Destaque

Sign up for our Newsletter

Click edit button to change this text. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit